Passar para o conteúdo principal

Envio de manuscritos

Envio de trabalhos

Deverão ser enviados por correio eletrónico aos editores em português Profª. Rute Pires e Profª Sandra Fernandes (ridep.manuscritos.portugues@gmail.comou aos editores em espanhol Dr. Sebastián Urquijo Drª. Andreea Brabete (ridep.manuscritos.espanol@gmail.com), utilizando os processadores de texto Word ou Rich Format Text rft sem introdução de qualquer instrução de formato.

A página de título, o resumo, o texto do manuscrito, os quadros e as figuras devem ser incluídos num único documento.

Os autores deverão enviar os seus endereços, números telefónicos, de fax e correios eletrónicos.

Todos os manuscritos devem ser acompanhados por uma carta mediante a qual os autores dos manuscritos aceites cedem os seus direitos de autor à Revista para que possam ser publicados em suporte de papel ou formato eletrónico. Esta carta deve ser assinada por todos os autores e deve indicar também que o conteúdo do manuscrito não foi anteriormente publicado.

Deverá ter-se em conta que o processo de revisão inicial de um manuscrito implica um período de até seis meses.

Processo de avaliação e decisão

O Conselho Director é a instância que decide sobre a aceitação dos artigos submetidos, baseando-se nas políticas e critérios estabelecidos e nas indicações da avaliação. O Diretor e os Editores selecionam e classificam os manuscritos que cumprem os critérios exigidos e indicam os pares avaliadores.

Depois de acusar a receção do manuscrito recebido, este será enviado a avaliadores (referees) especialistas no tema do trabalho. O método de revisão empregue é duplamente cego (anonimato dos autores e dos avaliadores).

O resultado do processo de avaliação poderá ser: (a) aceitação do artigo; (b) recusa; (c) aceitação dependente de alterações.

Qualquer destas informações será enviada aos autores, normalmente por correio eletrónico. Os manuscritos corrigidos deverão ser enviados aos Editores no prazo máximo de um mês.

Em qualquer caso, o Conselho Editorial reserva-se o direito de aceitar ou não os manuscritos. A aceitação do manuscrito para publicação implica a concessão dos direitos de reprodução e divulgação por qualquer meio à Associação Iberoamericana de Diagnóstico e Avaliação Psicológica na sua qualidade de Editora da revista.

Depois de aceite para publicação, os Editores da Revista reservam-se o direito de publicar o artigo no volume e número que estimem conveniente, procurando evitar tanto quanto possível atrasos na publicação, mas tendo também em conta a adequada composição e tamanho de cada número.

Uma vez aprovado o artigo não se poderão fazer modificações no texto. As provas tipográficas que serão enviadas aos autores destinam-se apenas a verificar se não existem erros formais.

A AIDAP como entidade que gere a publicação e os Editores da Revista não assumem qualquer responsabilidade pelo conteúdo dos trabalhos publicados ou pelas opiniões ou afirmações expressas pelos respetivos autores.

A entrega de originais para publicação implica a plena aceitação destas normas.

 

NOTA: Quando o primeiro autor não for membro da AIDAP, deverá pagar o valor de uma quota anual para que o artigo possa ser publicado. Além disso, para cada artigo, deverá ser entregue uma “ajuda à publicação” de montante igual ao da quota anual. Esta ajuda à publicação não é exigida quando, além do primeiro autor, um dos coautores pagar uma quota anual e não tiver publicado outro artigo na RIDEP no mesmo ano.

#
Processing!